skip to Main Content

ASSUNTOS TRIBUTÁRIOS

Prezados empresários, nos últimos dias em razão da crise instalada em nosso país e divulgada incessantemente pelas nossas mídias televisivas, facebook e radio, diante disso estamos sendo procurados para prestar Consultoria Tributária na área de impostos,  como esses consulentes podem minimizar a carga de impostos em suas empresas, tendo em vista que a fome do Leão é insaciável no tocante  a arrecadação de impostos.

O que pudemos perceber após as reuniões com esses empresários é que eles são super entendidos no seguimento em que atuam, suas empresas alavancam ótimos negócios e em conseqüência pagam altos tributos sejam pelas vendas de mercadorias ou serviços, mas o que eles não compreendiam é porque os impostos são tão altos, foi nesse momento que lhes perguntei, qual foi a opção que eles cadastraram suas empresas na Receita Federal do Brasil para poderem recolher os impostos periodicamente aos cofres públicos, qual não foi minha surpresa, nenhum deles sabiam dizer que tipo de opção fora feito pela sua empresa, sendo eles os signatários na Receita Federal do Brasil.

Diante desses fatos tenho a certeza quase que absoluta que há muitos empresários pagando impostos além do que deveriam pagar, simplesmente porque não sabem que tipo de opção tributária fora feito pelas suas empresas nos bancos de dados da Receita Federal do Brasil, porque temos  outras opções de  tributação que podem ser enquadrada na sua empresa.

Com advento do novo Simples Nacional a maioria dos empresários acreditam que eles  podem e devem estar inscritos no novo Simples Nacional, mas quando tomam conhecimento que a carga tributária paga periodicamente por eles são excessivamente alta se assustam e querem uma solução para baixar essa tributação, que claro não existe, porque o sistema é único e o meio pelo qual é apurado o imposto é o valor acumulado dos últimos 12 (doze) meses de faturamento e com esse critério as alíquotas sobem  gradativamente.

Permita-me expor um exemplo de imposto indevido, caso real:

Um cliente fabricante de produtos da linha branca,  pagou por um bom tempo IPI com uma determinada alíquota analisada erroneamente, se o governo federal tinha decretado alíquota zero para a linha branca, então os produtos agregados aos produtos também era de alíquota zero, isso é apenas um exemplo.

Senhores empresários, diante da CRISE  saiam de sua zona de conforto e procurem uma Consultoria Tributária de sua confiança, porque existem  maneiras de pagar menos impostos até mesmo com alíquota zero ou perto de zero, é necessário saber, conhecer e interpretar as leis tributárias de nossos entes públicos, Estado, Município e União. Então prezados empresários, consulte-nos que estamos a disposição para a Consultoria Tributária.

 

Entre em contato e saiba mais sobre o serviço AQUI.

 

Autor: Luis Fernando Mourão

Contador e Diretor da Mourão Contabilidade

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
Buscar