skip to Main Content

Registre seus funcionários:

O não registro do funcionário prejudica tanto empregador quanto funcionário. Pelo lado do funcionário, não há o desconto em folha de pagamento do valor referente ao recolhimento do INSS, o que o prejudica na contagem de tempo de aposentadoria. Alem disso, não há a abertura de conta no FGTS, o que inviabiliza os depósitos do FGTS pelo tempo de serviço trabalhado mais a multa de 40% em eventual rescisão. Não são gerados os juros sobre o FGTS. Em eventual ação trabalhista, o empregador certamente será obrigado a indenizar o empregador, ficando a ressalva de que seja um processo extremamente lento e desgastante, no qual deverá ser repassado a título de honorários advocatícios ao advogado responsável.

Pelo lado do empregador, estes valores devem ser pagos com as multas e correções devidas, fora o desgaste de ter que enfrentar o processo judicial. Além de ficar marcado como mau pagador, o que prejudica a empresa no momento da atração de bons profissionais para a execução das atividades da empresa. É muito importante que o pequeno e médio empresário se lembre que uma boa empresa é composta por uma boa equipe, e esta certamente não aceitará empresas que tenham péssimo histórico em relações trabalhistas

Além disto, empresas maiores que contratam prestadores de serviços costumam rejeitar empresas que possuem débitos trabalhistas. Durante o processo de contratação do serviço, os contratantes de serviços costumam exigir uma série de certidões que garantam a idoneidade do contratado, evitando assim assumir dívidas trabalhistas adquiridas anteriormente.

Por último, segue o lado humano. Não vale prejudicar o futuro de um profissional para economizar. A imagem da empresa fica manchada, e tende a desaparecer em pouco tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Back To Top
Buscar